Incerteza, insegurança e falta de tempo!


Quando você leu esse título, pensou em quê? Eu pensei em tudo que venho passando esse ano. Eu basicamente percebi que estou crescendo e tenho que começar a ter responsabilidade e compromissos e isso não foi fácil para mim. Entrando na parte do blog, a incerteza me consumiu desde dezembro, quando eu fiz um compromisso com vocês de postar vídeos todos os dias no mês seguinte. Não consegui entregar de forma adequada, não consegui cumprir como deveria e acabei deixando minhas férias da faculdade de lado. Tá que isso não é um problema, já que estava lutando pelos meus sonhos, certo? Quem sonha deve estar disposto a abrir mão de várias coisas para lutar por isso. Mas quando percebi que não consegui, fiquei triste, insegura e não sabia se era realmente isso que queria para minha vida.
Bom, depois disso, meu blog foi enfraquecendo, fui desanimando, fui perdendo seguidores, a incerteza do que fazer tomou conta de mim. Percebi que crescer nesse mundo está cada vez mais difícil. Várias pessoas querem ser blogueiras mas não sabem o quanto é difícil. Para fazer um post por exemplo, você deve pensar tema, título, texto, fazer tudo isso, divulgar em todas as redes sociais (fanpage, instagram, stories do instagram, stories do facebook, stories do whatsapp, snap, google plus etc etc etc…). Para fazer um vídeo, devemos pensar em um tema, se arrumar para gravar, arrumar os equipamentos, gravar, editar, postar, escrever título, descrição, divulgar em todas as redes sociais e fazer post com ele. Não que não seja legal fazer isso tudo, mas é trabalhoso. O que me desanimou foi fazer tanto e receber tão pouco em troca. E não estou falando em dinheiro, ok? Até hoje não recebi quase nada por isso, faço tudo por amor. O que é difícil é fazer com que as pessoas leiam os posts, vejam os vídeos e se encantem por aquilo a ponto de serem fieis a você e ao seu conteúdo. Já pensaram qual é o segredo das(os) blogueiras(os) e youtubers famosos? Eu acho que é ser você mesmo e ter muita persistência.
Quem me acompanha sabe que a Bianca Andrade, do blog Boca Rosa, é a minha blogueira preferida. Sabem porquê? Porque ela lutou pelos sonhos! Ela saiu de uma comunidade (e conta a história dela com o maior orgulho, uma das coisas lindas dela), trabalhou de tudo quanto é coisa, juntou seu dinheirinho, deu várias dicas para as leitoras de coisas que ela usava, fazia e realmente gostava. O pessoal se identificou porque viu verdade no que ela fez/faz. Quando ela diz, “nada é tão nosso quanto os nosso sonhos” é tão verdade! Independente do que os outros falem, você deve lutar pelo o que quer, porque é seu, porque é o que você quer, o que você sente e o que faz sentido pra você. Tentei pensar em tudo isso que acabei de dizer o ano todo, na verdade todos os dias e em todos os momentos que pensei em desistir. Porém quando eu tinha tempo de me dedicar aos posts, aos vídeos, eu preferia dormir, ver uma série, um filme ou seja lá o que fosse que não me tirava da zona de conforto. E não pode ser assim! Se quero alguma coisa, ela não vai chegar de paraquedas para mim. Tenho que fazer o que é necessário para conquistar!
Então o que eu fiz? Comecei a trabalhar como promotora, fazer freelas quase todos os dias para juntar dinheiro e comprar uma câmera para fazer fotos e vídeos bons para vocês. Mesmo assim, no tempo que eu não estava trabalhando, poderia muito bem ligar o computador e fazer posts, atualizar as redes sociais, mas preferia ficar deitada descansando e procrastinando todas as minhas obrigações. Eu demoro muito para fazer um post. Pesquiso muito, procuro imagens ou as edito, escrevo e muito mais. Se não for pra fazer direitinho do jeito que eu gosto, prefiro nem fazer (por isso a história dos vídeos todos os dias de janeiro me deixou MUITO triste). Além disso, não sei se vocês sabem, mas entrei na faculdade apenas para fazer algum curso. Eu já fiz um ano de psicologia, não gostei e quando decidi sair eu chorei muito conversando com minha mãe. Eu não queria fazer nada, apenas me dedicar ao blog. Eu dizia para ela que se eu fizesse outra coisa, não iria ter tempo para me dedicar 100% ao que eu queria e não cresceria dessa forma. Mas ela me convenceu que eu iria gostar de Publicidade, que o curso era minha cara e que eu tinha que ter alguma garantia de futuro. Entrei no curso e até o terceiro período estava fazendo por fazer. Gostava de algumas coisas mas não amava. Quando entrei no quarto período (esse ano) as coisas mudaram para mim. Comecei a ver coisas que eu amo no curso: eventos, relações públicas e revista! Cheguei até a pensar que não me importaria se o blog ficasse em último lugar na minha vida e que talvez o que seria melhor para mim era arrumar um bom emprego em alguma das minhas três áreas de preferência. Até que consegui um emprego fixo há um mês. Nisso, comecei a me sobrecarregar demais. Acordava todos os dias 5:50 para ir para a faculdade, chegava em casa 12:50, almoçava e ia trabalhar. Chegava em casa 19 horas, ainda tinha que fazer coisas do trabalho e quando terminava só queria dormir. Foi assim por um mês. Por mais que eu gostasse do trabalho, me desgastei, me estressei e ficava triste todos os dias porque estava deixando meu sonho (blog) para trás. E isso é tão irônico, porque comecei a trabalhar para comprar algo para melhorar ele.
No começo de setembro vou receber meu primeiro salário e vou poder comprar a câmera porque completei a quantia que faltava. Vou conseguir realizar uma das coisas que queria para melhorar a qualidade do conteúdo postado aqui e no canal. Isso é ótimo e estou orgulhosa de mim, porque pela primeira vez, consegui sozinha. Outra novidade é que vou sair do meu emprego atual pelo fato de ter que trabalhar fora do horário e me sobrecarregar demais. Preciso ter tempo para me dedicar mais há faculdade e ao blog, claro. Pretendo continuar trabalhando como promotora freelancer. Não sei o que Deus está preparando para mim em relação à trabalho, mas estou preparada para aceitar de coração o que ele me enviar! Ainda quero mudar o logo do blog, o layout, pretendo ter alguém para editar meus vídeos e muitas outras coisas que só vou conseguir ter se eu trabalhar.
Como eu disse lá em cima, devemos abrir mão de muitas coisas para realizar nossos sonhos. Quantas vezes vi a Bianca virando noites trabalhando? Porque eu tenho que dormir, porque eu não posso me programar e realizar as coisas? Eu posso conseguir e você que está lendo esse desabafo também. Eu precisava ter um post como esse para me explicar, para contar para vocês o que estava/está acontecendo comigo e pedir desculpas pelo sumiço, pela falta de compromisso. É como eu falei no stories, tenho que tomar uma atitude, tenho que ter VERGONHA NA CARA e agir o mais rápido possível.
A conclusão de tudo isso é que SIM! Eu decidi lutar, eu tenho certeza do que quero agora. Como diz na biografia aqui do blog, quero inspirar muita gente e não vou medir esforços para isso. Quero agradecer todos que me acompanham, que me apoiam e que estão comigo independente do tempo que falhei com vocês.
Mil beijos e que venham muitas novidades boas por aí.

Que quando  a gente pensar em desistir, nós nos lembremos de todos os motivos que nos fizeram sonhar. ♥

Vem me acompanhar nas outras redes sociais?! ♥

Instagram | Fanpage | Youtube | Twitter | Pinterest | Google+
Snapchat: maripoli2 | E-mail: contatopoli2@gmail.com


Sobre Mariana Poli

Tenho 20 anos, sou estudante de publicidade, maquiadora profissional pelo Senac, amo fotografia, papelaria, scrapbook e coisas fofas. Decidi criar o blog por paixão e espero que o meu cantinho inspire muita gente. ♥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*